Fundos Imobiliários Cumprem Deveres Fiscais

17
Novembro / 2020

Fundos Imobiliários Cumprem Deveres Fiscais

No último domingo (1º), a reportagem “Metade dos fundos imobiliários sonegam impostos, diz Fisco”. O Grifi (Grupo de Investidores em Fundos Imobiliários), composto por É rotina a fiscalização de qualquer entidade econômica. Porém, a qualificação de “sonegador” só pode ser atribuída ao condenado a tal prática e após extenso processo de autuação e defesas. Atualmente existem 590 fundos imobiliários registrados na CVM (Comissão de Valores Mobiliários), sendo que os 307 listados na B3 compõem a maior parte de todo o patrimônio do setor e possuem transação de suas cotas em Bolsa; ou seja, qualquer um pode comprar e vender cotas desses fundos.

É certo que a á conta com 1 milhão de investidores.

Os fundos listados em Bolsa cumprem rigorosas obrigações de transparência, tais como laudos de avaliação dos ativos, contas auditadas, votações em assembleias de cotistas —e tudo sob fiscalização da CVM.

 

Numa É absolutamente certo que a grande maioria dos 307 fundos listados em Bolsa cumpre integralmente suas obrigações com o Fisco. Além disso, a lei 11.196/05 garante a isenção de imposto sobre a distribuição dos rendimentos do fundo, lembrando ainda que há incidência de imposto de 20% sobre ganho de capital para os lucros auferidos na venda das cotas, cuja declaração é responsabilidade do cotista, e não do fundo.

 

Repudiamos a afirmação incorreta do título da reportagem da A imensa maioria dos gestores e administradores de fundos imobiliários trabalha de forma honesta, gerando riqueza e renda aos investidores, cumprindo seus deveres perante o Fisco.

Fonte: Folha de São Paulo