Dólar abre em Queda

29
Julho / 2020

Dólar abre em Queda

Em meio à expectativa das decisões do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) sobre a política monetária dos Estados Unidos, o dólar abriu as negociações desta quarta-feira, 29, em queda, voltando ao nível de R$ 5,13 minutos após a abertura. Ainda assim, a moeda pode sofrer oscilações ao longo do dia por causa de ajustes e divulgações de balanços de empresas. Às 9h03, o câmbio era de R$ 5,1365.

Na terça-feira, 28, após forte volatilidade na sessão, Os analistas esperam que o Fed mantenha Também continua no radar as negociações em torno do pacote de estímulos de US$ 1 trilhão no Congresso americano e o crescimento dos casos de covid-19 nos EUA e na Europa. Além disso, será monitorada uma audiência na Câmara dos Representantes americana com CEOs de gigantes da tecnologia - as chamadas Big Tech, que podem afetar mais as bolsas em Nova York. Nesta quarta, a presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, a democrata Mitch McConnell, para tratar das diferenças entre os dois partidos em relação ao novo plano fiscal para apoiar a economia.

No Brasil, o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei aprovado pelo Congresso, que concedia o pagamento da cota dupla do auxílio emergencial - ou seja, R$ 1.200 - a pais solteiros independentemente do gênero pode gerar algum ruído. Agora, a decisão final caberá aos parlamentares, que podem derrubar o veto do presidente e restabelecer a medida. Além disso, deve repercutir a intenção do governo de enviar já em agosto ao Congresso a proposta de criação de um "microimposto" digital para desonerar a folha de salários das empresas e viabilizar a reforma tributária. Os cálculos iniciais apontam um potencial de arrecadação de R$ 120 bilhões. A alíquota em estudo é de 0,2%, como antecipou o CPMF. Fonte: Estadão