Ações condominiais registram queda 23% em Janeiro

04
Março / 2021

Ações condominiais registram queda 23% em Janeiro

Imagem da notícia Ações condominiais registram queda 23% em Janeiro

Levantamento realizado mensalmente pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, mostra uma diminuição no número de ações de cobrança por falta de pagamento da taxa condominial na cidade de São Paulo. Foi o quinto mês consecutivo de queda no número de ações.
Em janeiro, foram ajuizadas 455 ações, 23,3% a menos que as registradas em dezembro de 2020 (593 ações). Em novembro, haviam sido registrados 721 processos; em outubro, 878; e em setembro, 932. Comparada a janeiro de 2020 (597 processos), a redução foi de 23,8%.

Nos últimos 12 meses, de fevereiro de 2020 a janeiro de 2021, as 9.452 ações protocoladas representaram um recuo de 9,6% em comparação ao período de fevereiro de 2019 a janeiro de 2020, quando foram totalizadas 10.455 ações.

Para Moira Toledo, diretora executiva da vice-presidência de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, esse movimento reforça a percepção de que as pessoas estão priorizando o bom funcionamento das estruturas do condomínio, que tornou-se um refúgio para todas as atividades em tempos de pandemia.

“Mais do que isso, nos dá a segurança do equilíbrio das contas, da manutenção de empregos e de receita aos prestadores de serviços num momento ainda tão difícil”, completa.  

Confira o levantamento completo em: http://www.secovi.com.br/pesquisas-e-indices/analises/acoes-condominiais

 Imagem e Fonte: Secovi-SP