Mercados (06/04/2017)

06
Abril / 2017

Mercados (06/04/2017)

Imagem da notícia Mercados (06/04/2017)
  • O dólar subiu 0,88%, cotado a R$ 3,12, principalmente com a influência do cenário externo;
  • Os juros futuros apresentaram queda nos prazos mais curtos e alta nos mais longos. O Ibovespa recuou 1,51%, aos 64.775 pontos;
  • Não há destaques na agenda da 5ª-feira.

 

Resumo – O dólar subiu 0,88% na 4ª-feira ante o real e terminou o dia cotado a R$ 3,12. Foi divulgada a ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve contendo menções a uma possível redução, “mais tardar esse ano”, do seu programa de liquidez (que ajudou a estimular a economia americana). No mesmo sentido, tivemos surpresa positiva com a geração de empregos no setor privado americano em março. Por fim, notícias sobre um possível atraso na entrega do parecer do relator da Reforma da Previdência na Câmara trouxe desconforto. Assim, a moeda brasileira teve desempenho pior em comparação aos seus pares.

Os juros futuros mais curtos registraram leve queda, reagindo à correção para menos nas projeções de inflação que foram divulgadas no último Relatório de Inflação do Banco Central do Brasil.A indicação do DI Janeiro 2018 recuou 0,04 p.p. (para 9,77% a.a.). Já as taxas mais longas reagiram com leve alta aos mesmos elementos do cenário mencionados na análise do mercado de câmbio. A indicação do DI Janeiro 2021 subiu 0,04 p.p. (para 9,85%).

O Ibovespa recuou 1,51%. A influência externa foi negativa pela queda das commodities e visão de política monetária americana potencialmente mais restritiva dado o teor da ata do FED.